segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Estimulação sensorial para Berçário


Quanto mais variadas as experiências dos bebês, maiores serão as possibilidades de aprendizado.
 E as brincadeiras são ferramentas importantes. Brincar é essencial desde os primeiros dias de vida, para a percepção individual, das pessoas e do mundo

Objetivos:
Desenvolver harmonicamente os aspectos físicos, psíquicossociais do bebê, respeitando sua maturidade emocional.
Desenvolver a psicomotricidade da criança através do corpo e do movimento.
 
  • Explorar cadeiras, mesas, caixas de papelão com furos: todos esses objetos podem criar desafios para os bebês que engatinham. O bebê pode passar sob uma cadeira ou mesa ou entrar em uma caixa. Se quiser deixar a brincadeira mais divertida, vá na frente dele engatinhando também, para que ele imite a ação. 



  • Descobrir o que tem dentro: faça um furo em uma caixa de papelão com tampa de um tamanho em que caiba a mão do bebê e coloque brinquedos dentro dela. Prefira objetos que façam ruídos, como sininhos amarrados em tecidos que possam ser puxados. Chacoalhe na frente do bebê para fazer barulho e ver o que ele faz. Provavelmente, ele colocará a mão na caixa para ver o que há nela. 
Importante: escolha sempre objetos que sejam maiores do que o pulso do bebê para impedir que, ao colocar na boca, possam ser engolidos. 


  • Brincar com água: bebês que engatinham gostam de brincadeiras na água com livros de plástico, brinquedos para afundar ou canecas para encher. Nesse caso, mais do que nunca, é imprescindível que a criança  esteja acompanhada de um adulto. 

revista bebê abril
 
  • Bolha de sabão – A brincadeira possibilita a coordenação visual e motora, pois o jogo olho/mão é o ponto mais explorado nessa atividade. O bebê terá que se adaptar a cada momento para apanhar as bolhas de sabão.

  • Brinquedos para empilhar: ofereça ao bebê brinquedos de construção e montagem. O grau de complexidade da brincadeira, agora, será empilhar sem derrubar. Você pode utilizar materiais simples como pequenas caixas, latas variadas, etc.
colmagno

  • Brinquedos para empurrar: auxiliam o desenvolvimento motor do andar. Eles devem ser capazes de sustentar o peso da criança e ter resistência suficiente para auxiliar no equilíbrio dos primeiros passos e não deslizar livremente. Estimulam a criança a ficar reta e permitem que ela ande com mais autonomia e segurança.
  • Brincar de imitar: crianças pequenas gostam de imitar as pessoas, especialmente as situações que lhes chamam a atenção. Apreciam pegar a colher e dar de comer ao seu ursinho ou colocar panos na cabeça. 
  • Brincar de pintar: crianças bem pequenas gostam de deixar suas marcas, de se expressar. Deixe-as pintar papéis de diferente tamanhos, com giz de cera grosso, pinceis e tintas (sempre atóxicos e supervisionados pelos pais).

Macarrão – Pegar fios de espaguete exige o movimento de pinça, tão importante nessa fase do desenvolvimento.

  • Partes do corpo – Trabalhar com as partes do corpo permite o autoconhecimento pelo sentido cinestésico, no qual o bebê toca a parte do corpo solicitada, respeitando a lei “céfalo caudal” e “próximo distal”.
  • Túnel – O uso do túnel favorece o deslocamento engatinhando (4 apoios), o que possibilita tonificar a musculatura de braços, pernas e tronco.
  • Puxar a criança dentro de cestas, caixas ou tapetes, variando a velocidade.
  • Estimular a subida de rampa e escorregar;

Créditos: growingajeweledrose.com

Um comentário:

Juciane Zago disse...

obrigado pelas sugestões tudo perfeito!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...